Educadores fazem protesto

Servidores da Educação em Mariana iniciam semana cívica com protestos. "A gestão pública municipal favorece a cultura da crise". A afirmação encontra respaldo na forma como o governo municipal lida com seus gastos e administra a folha de pagamento. O discurso de dificuldade financeira contradiz a arrecadação, que segundo o Portal da Transparência ainda é alta. Os servidores da Educação em Mariana iniciaram a semana cívica com protestos. Alguns professores da rede pública municipal se uniram para manifestar seu repúdio contra o alcaide.

Tempo Integral fechado, Plano de Cargos e Salários abandonado e Lei do Magistério descumprida

"Uma educação transformadora ou revolucionadora somente será realidade se o profissional for tratado com a devida consideração e respeito. Na frase essa expressão é linda, mas na prática é pura utopia. Somos exemplo para os que se acovardam diante de uns reais a mais no bolso, colocando em risco o seu mérito obtido num concurso público. A união faz a força. Que pena que existem colegas que pensam que uma andorinha faz verão. Ficam de longe usufruindo de benefícios, que poucos que dão a cara para bater conseguem. Acovardam-se. Lindo mesmo o desfile, principalmente o nosso salário que nem na conta está. São esses nobres colegas que fazem ou pelo menos tentam fazer a diferença. Meus sinceros cumprimentos a vocês. A maioria fica em off porque pensa que seu emprego é troca de favor. Não entende que a massa tem poder. Qualquer tom de ameaça do gestor os fazem recuar. Enquanto houver medo e pensamentos mesquinhos, nossa categoria profissional jamais será valorizada", desabafa uma professora.

Voltar