Tenente mata rapaz de 20 anos

Uma abordagem policial a veículo automotor resultou na morte de um jovem, na noite de sábado, em Ouro Preto. O jovem foi baleado na cabeça antes de descer do Fiat Palio onde estava na companhia de mais cinco amigos. A identidade do tenente PM que efetuou o disparo não foi revelada. Igor veio a óbito no local. Nenhuma arma foi encontrada com os ocupantes do carro. O caso será apurado pela Corregedoria de Polícia Militar.

Igor Arcanjo Mendes. Foto: Facebook/Reprodução

Desabafo da irmã do adolescente Igor, fuzilado pela PM em Ouro Preto

"E a Polícia que tem a função de cuidar da sociedade, mais uma vez faz o papel reverso. Assistimos todos os dias notícias, onde os policiais invertem seus papéis e se tornam assassinos. O coração dói. É gerada uma revolta, mas a dor maior é da família. Não acreditamos que isso possa acontecer com a gente, mas acontece. Hoje a família que chora é a minha, os policiais inverteram seus papéis e se tornaram bandidos nessa noite, tiraram a vida do meu irmão, covardemente. Ele estava a caminho de um evento no Bauxita, e no Morro da Forca haviam policiais dando revista nos carros. O carro em que meu irmão estava foi parado e solicitaram que os passageiros saíssem. A porta do lado do meu irmão travou, ele não conseguiu abrir e por medo ou impulso ele levantou as mãos. Nesse momento, os policiais atiraram na cabeça dele, dentro do carro. Sem chance de falar, sem chance de reagir, sem chance de se explicar. Foi morto covardemente. Os policiais alegaram que 'acharam que ia sacar uma arma' e mataram meu irmão. O só achar foi suficiente para tirar a vida de um jovem de 20 anos, trabalhador, com o coração do tamanho do mundo e cheio de amigos. O achar deles deixa uma mãe desesperada e uma família inteira sem chão. Por mais que eu esteja sem forças, venho publicar isso porque quero que todos saibam. Já que eles fizeram questão de esconder. Assassinaram meu irmão às 22:00, não chamaram o socorro e só avisaram a família às 4:00 da manhã. Isso não vai ficar impune. Por mais que a justiça do homem falhe, a de Deus nunca vai falhar".

Nota do prefeito de Ouro Preto, Júlio Pimenta, sobre a morte do rapaz

"O Município de Ouro Preto, através do seu Prefeito Júlio Pimenta, manifesta seu profundo pesar pela morte do jovem Igor Arcanjo Mendes, alvejado em uma abordagem da polícia militar no último dia 15/09. O ocorrido causou comoção em toda a comunidade ouro-pretana, uma vez, que Igor era um jovem de apenas 20 anos, conhecido como uma pessoa de boa índole, sem passagem pela polícia, trabalhador e vindo de uma família de bons princípios e valores. A ação policial merece pronta investigação da Corregedoria da Polícia Militar, do Ministério Público e do Poder Judiciário. O Município de Ouro Preto acionará também a Comissão de Direitos Humanos da Assembleia Legislativa de Minas Gerais para acompanhar todas as apurações. Enlutados, manifestamos mais uma vez nossa solidariedade à família e amigos de Igor".

Voltar