Ausência de participantes no Enem dá prejuízo de quase R$ 1 bi ao erário

As últimas cinco edições do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem), juntas, representaram um prejuízo de R$ 962 milhões com participantes que se inscreveram, mas não compareceram às provas.

É importante comparecer ao exame e evitar desperdícios como os demonstrados

Só no Enem 2017 o prejuízo com ausências chegou a R$ 176.590.328. Ao todo, de 2.017.253 participantes não foram fazer o Exame. Desse total de ausentes, 83,8% eram participantes isentos, ou seja, pessoas que não pagaram para fazer o Enem porque comprovaram situação socioeconômica desfavorável ou porque eram concluintes do ensino médio na rede pública.

Mesmo participantes que pagaram para fazer a prova faltaram: 325.179 deles. Mesmo contribuindo com a taxa de R$ 82, as inscrições dos pagantes foram subsidiadas em R$ 5,54 pelo governo federal, já que o custo do Enem, por candidato, fechou em R$ 87,54 em 2017.

Nos 20 anos do Enem, comemorados este ano, é importante que a sociedade se conscientize do quão importante é comparecer ao exame e evitar desperdícios como os demonstrados, cujos valores poderiam ser investidos em outras políticas públicas.

 

Voltar